Boas práticas de segurança e saúde no ambiente de trabalho - AMG Saúde

28.09.2018

Boas práticas de segurança e saúde no ambiente de trabalho

Relações interpessoais tóxicas, estresse, acidentes de trabalho, doenças ocupacionais, absenteísmo e um ambiente insalubre e desmotivador, tudo isso impacta diretamente sobre a produtividade da sua empresa. E aí? Como resolver?

 

Todos as questões mencionadas estão diretamente relacionadas à saúde e segurança do trabalho, neste sentido, implementar uma cultura que promova o bem-estar e a preservação dos seus colaboradores é uma alternativa para reduzir esses problemas.

 

Promova uma rotina regular de ações voltadas à sensibilização, capacitação e motivação dos funcionários. Podem ser ações contínuas e diárias ou ações pontuais com certa periodicidade, como palestras, oficinas, dinâmicas, treinamentos, vivências ou qualquer coisa que tenha potencial de impactar e educar sua equipe.

 

A seguir listamos algumas opções de atividades que você pode trazer para a rotina da sua empresa.

 

---------------------------

Já conhece as regras básicas do eSocial? Baixe gratuitamente nosso e-book agora mesmo!

E-book gratuito eSocial

---------------------------

 

Ginástica laboral

 

Exercícios físicos realizados no ambiente de trabalho são uma ótima forma de reduzir os riscos de lesão por esforço repetitivo ou má postura. A ginástica laboral se baseia em alongamentos de baixa intensidade e por um curto período de tempo e busca trabalhar todas as partes do corpo como tronco, braços, pernas e pescoço.

 

Conscientização quanto a postura física durante o trabalho

 

Manter uma postura incorreta por longos períodos pode trazer dezenas de consequências negativas como estresse, tensão muscular, dores no corpo e esgotamento físico e mental. Por isso, oferecer os equipamentos adequados às características específicas de cada colaborador e promover orientação constante quanto a postura adequada, são ações essenciais para manter o bem-estar da sua equipe.

 

- Treinamento de incêndio

 

Em um treinamento de incêndio sua equipe pode aprender informações como manusear extintores, evacuar o prédio, apoiar pessoas com dificuldade de locomoção e acalmar colegas em crise de pânico. Enfim, um time consciente e bem treinado estará muito mais preparado para lidar com essa situação de estresse, reduzindo assim os riscos e consequente ônus para a empresa.

 

- Oficinas de capacitação

 

Promover oficinas de capacitação, tanto profissionais, quanto educando quanto aos procedimentos pré-determinados para a tarefa, contribuem para a manutenção de uma equipe mais eficiente, motivada e responsável e uma produção com mais qualidade e menos riscos de defeitos e acidentes.

 

- Rodas de bate-papo

 

Possibilitar rodas de papo nas quais a equipe possa trocar ideias, compartilhar novidades e apresentar sugestões é uma forma de gerar autonomia e sensação de pertencimento nos colaboradores. O resultado é um time muito mais proativo, motivado e interessado em crescer profissionalmente e atingir as metas da empresa.

 

- Conscientização quanto ao uso correto de EPIs

 

Somente o fornecimento de EPI (Equipamento de Proteção Individual) não é suficiente para garantir a segurança dos seus colaboradores. É preciso capacitar quanto ao uso correto e manter uma constante campanha pelo seu uso.

 

- Campanhas sobre a importância da higiene e limpeza no ambiente de trabalho

 

Um espaço sujo e desorganizado prejudica a disposição e rendimento da equipe e contribui para  a proliferação de doenças. Por isso, oferecer um ambiente de trabalho limpo e incentivar práticas para mantê-lo assim e também de higiene pessoal dos funcionários é essencial para a manutenção de um espaço saudável e motivador.

 

- Palestras relacionadas a saúde e segurança em geral

 

Existem assuntos que, embora não estejam relacionados ao ambiente de trabalho diretamente, ainda podem afetar seus colaboradores, por isso é interessante abordar, veja alguns exemplos:

  • Riscos tabagismo;
  • Riscos do álcool;
  • DSTs;
  • Violência doméstica;
  • Câncer de mama;
  • Dicas para uma boa alimentação;
  • A importância de se manter hidratado;
  • Os impactos de uma noite mal dormida;
  • Responsabilidade no trânsito;
  • Os benefícios da prática de exercícios físicos.

 

 

  • Dinâmicas voltadas a melhorar o relacionamento interpessoal da equipe

 

Problemas de relacionamento  entre os colaboradores podem quebrar a sintonia da equipe e prejudicar a fluidez da produção. Falhas de comunicação e distanciamento entre os funcionários geram desmotivação e consequentes custos a empresa.  E, geralmente, os principais conflitos se formam por conta de pequenos detalhes ou coisas sem importância que poderiam ser resolvidas com diálogo. Então uma boa forma de estimular esse diálogo é promover dinâmicas. Atividades como essas podem ser interessantes para quebrar o gelo de forma leve e divertida e contribuir para aproximar a equipe.

 

 

  • Campanha contra assédio moral

 

Baixa autoestima, estresse, insônia, taquicardia, consumo de drogas, esgotamento físico e emocional, desmotivação e consequente queda no rendimento, esses são apenas alguns dos sintomas de uma pessoa que enfrentou assédio moral no ambiente de trabalho. Por isso a gestão da empresa deve estar sempre alerta e dedicada em combater esse problema. A constante conscientização dos líderes, para que não tomem esse tipo de atitude, e a disponibilização de canal acessível de denúncia para que os colaboradores possam informar caso sofram algum tipo de intimação são boas medidas para prevenir o assédio moral na sua empresa.

 

 

  • Ações de combate à Síndrome de Burnout

 

Síndrome de Burnout é um transtorno de ordem emocional e caráter depressivo motivado pelo ambiente, pelas relações e pelas atividades de trabalho. Palestras para abordar este problema e um canal aberto de diálogo no qual a empresa possa, até mesmo, encaminhar o colaborador para um atendimento médico específico são uma boa opção para lidar com o problema.

 

. . .

 

Assim como os recursos mecânicos e tecnológicos, os recursos humanos também precisam de manutenção constante para funcionarem em perfeita harmonia e medidas como essas têm caráter de manutenção permanente, estimulando nos colaboradores o senso de responsabilidade que cada um deve ter por sua própria saúde, dos seus colegas e da empresa.

 

Então não se engane, não é porque o funcionário não está literalmente “produzindo” enquanto essas atividades ocorrem, que elas não são uma medida indispensável.

 

Tudo vai de deixar um canal aberto e valorizar o potencial humano.

 

. . .

 

Esperamos que tenha gostado deste conteúdo. Compartilhe com sua equipe!

 

Já conhece sobre o eSocial? Baixe nosso e-book gratuito sobre o assunto?

 E-book gratuito eSocial

Post por: Abraham Curi

Foto: DepositPhotos

< Voltar

Solicite seu orçamento

Garanta agora mesmo a segurança que sua empresa e colaboradores
precisam! Preencha o formulário para solicitar o seu orçamento.

* campos obrigatórios